vaso

É preciso que voltemos ao Senhor com pleno quebrantamento.

Os dias se passam: manhãs despercebidas e recheadas de preocupações corriqueiras, refeições realizadas não precedidas de agradecimento a Deus, viração do dia em estado de estresse, de agonia, de vazio; você fez tudo, mas não fez nada. Você sobrevive como um sepulcro caiado. Não existe amor. Esperança? O que é isto? Uma vida levada que não tem amizade com Deus, pois para tê-la é preciso comunicação profunda, uma comunhão íntima com Ele.

O seu “estômago espiritual” está atrofiado. Onde está o seu apetite por Deus? A sua disposição são por insultos as pessoas que não lhe agrada, por vaidades, por assuntos imorais; todo bel-prazer carnal lhe cerca. Que amor é esse expresso em canções, que dizem estar apaixonado por Jesus, que não consegue viver nem um segundo sem Ele? Deus vira as costas e tampam os ouvidos a tanta tortura de mentiras, de enganos a si mesmo professadas em Sua casa em meio ao culto.

Líderes quando indagados por qual visão que a sua igreja segue dizem: “A Bíblia é a nossa visão. Não aceitamos modismos”. E quando se observa o rebanho está neste estado: entupido de carrapichos, pelugem arrancada e corpo imundo, bocas cheirando carniça, olhos perfurados, isto é, coração corrompido por toda sorte pecaminosa. Por quê? Porque a Bíblia é tanto a visão que este líder e suas ovelhas se esqueceram de observarem Joel 2.15 e 17: “Tocai a trombeta em Sião, santificai um jejum, proclamai um jejum, proclamai um dia de assembléia solene. Chorem os sacerdotes, ministros do Senhor, entre o pórtico e o altar (…)”

É urgente a convocação do Senhor para que nos quebrantemos. Não existe o Seu mover sem que haja contrição. Você já deve ter muito ouvido pregações e lido na Palavra a cerca disso. Isso não é bom, pois se você estivesse voltado para realizar a vontade de Deus não estaria você neste estado de inanição espiritual.

Culto abarrotado num evento, numa grande celebração coletiva,  e dentro disso o pecado de toda congregação permanece e não há quem se levante ousadamente para discernir e deixar com que o Sol da Justiça exponha as falhas de todo o povo para que haja arrependimento. O Deus de Israel é o mesmo hoje e eternamente será o mesmo, por isso não muda e diz o mesmo para a Igreja hoje o mesmo que disse a Jerusalém por meio do profeta Jeremias: “Lava o teu coração da malícia, ó Jerusalém, para que sejas salva. Até quando permanecerão no meio de ti os teus maus pensamentos? (Jeremias 4.14).

Ouça-me, amado(a). Não tampe os seus ouvidos fechando este blog e continuando da mesma forma! Deus quer que convoquemos uma assembléia solene. Assembléia solene é uma convocação a oração, ao jejum e ao quebrantamento. A igreja deve se unir para professar os seus pecados pessoais, nacionais e do corpo de Cristo.

– Oração – Tiago 5.16;

– Jejum – Isaías 58.1 ao 14;

– Humilhação – Mateus 23.12;

– Quebrantamento – Mateus 23.12;

Este é o chamado do Senhor para a sua vida, para a igreja em que você congrega. Não iremos avançar em unidade, tendo Cristo como o centro, se não desabrigarmos as concupiscências do nosso duro e sórdido coração.

Anúncios